Home » Conheça os efeitos da pandemia nos campeonatos europeus.

Conheça os efeitos da pandemia nos campeonatos europeus.

  • by

Futebol ao vivo na região, ficou apenas por meios eletrônicos. Desde o ano passado a pandemia tem se tornado um dos maiores problemas para o esporte. E, apesar de estarmos sempre ouvindo falar sobre o futebol no Brasil, há também alguns pontos importantes a considerar no europeu.

A consultoria KPMG começou a avaliar com mais detalhes os impactos da ausência do público para jogos em campeonatos da Alemanha, Inglaterra, França, Espanha e Itália. Em outras palavras, as 5 ligas mais importantes de toda a Europa.

Bem, vamos falar um pouco mais sobre a pandemia no ano de 2021, mas, agora, vamos entender o que levou esses 5 clubes europeus a perder, aproximadamente, 2,5 bilhões de euros.

Histórico da pandemia no futebol europeu

Apesar de todos os contratempos que surgiram, sabemos que a Europa foi um dos continentes a melhor gerir os casos do coronavírus. Algumas cidades em certos países ficaram completamente paradas. De forma resumida, os impactos podem ter sido mais rápidos em determinadas regiões, já que elas foram as primeiras a agir.

Pandemia nos Campeonatos Europeus

A OMS caracteriza a covid como pandemia ainda em 11 de março, porém, 2 dias antes o campeonato italiano já havia sido cancelado por conta do vírus.

Dois dias apenas, após o 11 de março, o campeonato inglês deveria parar, com quase tudo encaminhado para que o Liverpool fosse o campeão, já que bastavam apenas duas vitórias para o clube. Essa medida se estendeu por todo o continente e o futebol teve que dar uma pausa na região.

Um exemplo claro disso é a Liga de Campeões e a Liga Europa e também alguns jogos entre seleções.

Mas por quê parar?

O objetivo do continente era diminuir os impactos da pandemia o quanto antes e não apenas no futebol. É claro que pouco a pouco alguns times voltavam a jogar, mas, os estádios ficavam vazios.

E esse é um ponto muito importante. Afinal, os estádios ficavam de fatos desertos porque a aglomeração naquele local poderia formar uma “bomba biológica”. A opção de muitos era acompanhar o futebol ao vivo pela TV, celular ou qualquer outro aparelho.

No começo de fevereiro de 2020, vale lembrar também, que as partidas na Europa continuavam acontecendo normalmente, mesmo com o vírus presente. É claro que neste momento não existia uma noção exata dos impactos da pandemia, mas isso se fez ainda mais presente após.

Depois de alguns jogos ficou claro que não havia como continuar dessa forma, até porque, em alguns estádios era possível encontrar cerca de 40 mil pessoas!

A pandemia em 2021

Mais de 2,5 bilhões de euros, esse é o valor que algumas das ligas mais importantes do continente europeu perdeu. A pandemia, com essa e outras questões, se mostrou algo absoluto para ser tratado.

O levantamento da KPMG considerou apenas os campeonatos mais importantes do continente. La Liga, Ligue 1, Premier League, Serie A, na Itália e a Bundesliga. Somente essas geraram uma grande perda para o futebol.

Pandemia nos Campeonatos Europeus

Todos esses campeonatos começaram a ter estádios fechados para torcedores ainda em 2020, e como já dito, muitos deles foram temporariamente paralisados. Se comparado com o ano de 2018 para 2019, a perda girou em torno de 500 milhões de euros.

As consequência da covid no futebol ainda se alastram de forma rápida e, quase toda a temporada 2020/2021 também foi cancelada. Ademais, países como a Inglaterra conseguiram voltar parcialmente com o seu público antes do final do ano.

No final, foram mais de 2 bilhões de euros perdidos com a pandemia, somando ainda com os 500 milhões na comparação com o ano de 2018/2019.

E o que acontecerá no futuro?

Bem, alguns clubes já estão voltando, apesar da incerteza em certos países. É claro que depois da chegada da vacina há menos possibilidades de novas paralisações, porém, quase todos os países europeus compreendem que todo cuidado é pouco. Em outras palavras, algumas restrições continuam firmes.

A boa notícia é que o futebol, sobretudo o masculino, é muito forte na região, sendo assim dificilmente algum clube dos principais irá cair ou perder seus jogadores. E agora, com tudo voltando a certa “estabilidade”, fica ainda mais complicado algo do gênero acontecer!

Apesar disso, os impactos foram grandes e durante os próximos meses é bem provável que exista uma espécie de “ressarcimento” já que o público se encontra ávido por futebol!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *